quarta-feira, 22 de abril de 2020

A ditadura do Comunavirus

Da série "Brasil em tempos do vírus: seus netos não vão acreditar."

Em Araraquara, São Paulo de João Doria, mulher é violentamente presa por estar em uma praça.

No Piauí de Wellington Dias, PT, polícia recebe autorização para invadir casas e estabelecimentos e prender. Um comerciante de pequena loja de roupas, sem qualquer cliente, foi violentamente preso, algemado e sufocado por estar com as portas abertas.

No RJ de Wilson Witzel, uma mulher, técnica de natação, sua filha e duas crianças, integrantes da seleção brasileira infantil de natação, foram presas e levadas em camburão por terem ido praticar seu esporte nas águas de Copacabana.

No Paraná, juiz concede prisão domiciliar a líder do PCC, o traficante Valacir de Alencar, condenado a décadas de encarceramento. Advogado do bandido alegou pressão alta como risco para contaminação. O criminoso (o traficante, no caso; não os outros dois), depois de solto, rompeu a tornozeleira eletrônica e desapareceu.

Por todo o país, cidadãos confinados em casa, e bandidos sendo libertos.

Brasil sendo Brasil. Além do coronavírus, ainda temos que nos defender do Comunavírus.










Nenhum comentário :

Postar um comentário

Seu comentário será exibido após análise do editor.