segunda-feira, 27 de abril de 2020


Moro interferia na PF, dizem delegados


A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal enviou carta (imagens abaixo), no final do ano passado, ao então diretor-geral da PF Maurício Valeixo, reclamando, entre outras demandas não atendidas pelo Ministro da Justiça Sergio Moro, de INTERFERÊNCIA POLÍTICA em suas operações vindas do gabinete do próprio ministro.

Os itens 12, 13, 14 e 15 vão direto ao ponto e são bem específicos.

Valeixo encaminhou o ofício a Moro, que o deixou em alguma gaveta. Nada aconteceu em relação às reclamações dos delegados, e nem a carta foi tornada pública. Até agora.

O único fato grave, e nebuloso, foi a saída cinematográfica de Moro do Ministério, orquestrada em conjunto com sua assessora de imprensa Giselly Siqueira, que é casada com o repórter da Globo Vladimir Netto, que é filho de Miriam Leitão, arquiinimiga de Jair Bolsonaro.

No pronunciamento que antecedeu seu comunicado de deserção, Moro acusou o Presidente da República de querer interferir na PF, por substituir seu diretor-geral, o que é de sua prerrogativa, definido em lei.

O que, aliás, todos os presidentes anteriores, sem exceção, também fizeram. Cada um deles, em algum momento, substitui o diretor da PF, e isso nunca foi um escândalo. Porque de fato não é. A imprensa até noticiava, mas como qualquer outro ato corriqueiro da competência do Presidente.

O chilique da extrema imprensa agora não é pelo que está sendo feito, mas por QUEM está fazendo.
Moro, que se aliou a essa mesma extrema imprensa em sua estratégia — que vai ficando cada vez mais clara —, esquece de sua própria atuação e puxa o mantra "Bolsonaro quer interferir na PF", que toda a mídia marrom repete sem parar, e arrasta toda a manada para encorpar a cantoria.

Mas, ao mesmo tempo, representantes dos Delegados afirmam categoricamente que não houve e não há interferência de Bolsonaro. Assista aos vídeos, de entrevistas à CNN:





Veja a íntegra do ofício da ADPF:
















Nenhum comentário :

Postar um comentário

Seu comentário será exibido após análise do editor.