Ah, vocês mulheres...



Ah, vocês mulheres...
Que fazem a vida valer a pena,
que fazem a vida!
e, assim, tudo
valer a pena...

Ah, vocês mulheres...
Que emprestam beleza
e tornam tudo mais lindo...

Que abrem sorrisos
e fazem o mundo mais feliz...

Que dão o equilíbrio
que nós, homens,
sozinhos não temos...

Que não são serenas, mas intensas,
nem medianas, mas que vão aos extremos,
ou sequer inertes, mas passionais...

Que têm formas e curvas
no olhar e no andar,
no corpo e na alma,
no dizer, no calar,
cujas linhas nos levam
a mais que admirar;
nos deixam, enfim,
sem outra opção,
não só venerar,
apaixonar
enquanto viver;
não resta, afinal,
outro dever
senão lhes amar.

Ah, vocês mulheres...

Todos os dias são seus.
E todos nós, homens, também.


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Seu comentário será exibido após análise do editor.